O Que é Trafego E Como é Medido

08 Aug 2018 22:17
Tags

Back to list of posts

business-man-standing-very-still-1327686.jpg

<h1>Como Fazer Um Postagem De Posi&ccedil;&atilde;o</h1>

<p>Quer aprimorar teu web site, oferecer seu neg&oacute;cio e ampliar tuas vendas? Receba dicas de Marketing Digital no seu e-mail. Aplique t&eacute;cnicas que d&atilde;o resultados, utilizadas por n&oacute;s e nossos fregu&ecirc;ses. O que muda com a puni&ccedil;&atilde;o dos pop-ups no Google? O vil&atilde;o &eacute; aquele an&uacute;ncio que evita a visualiza&ccedil;&atilde;o do assunto principalmente em dispositivos m&oacute;veis, com tela pequeno, construindo maior contrariedade de fechar o pop-up.</p>

<p>Normalmente, s&atilde;o pop-ups promocionais, quer tenham a enxergar com o website ou n&atilde;o. O que fica liberado da puni&ccedil;&atilde;o dos pop-ups no Google? O objetivo da organiza&ccedil;&atilde;o &eacute; claro e cristalino: melhorar a experi&ecirc;ncia do usu&aacute;rio de aparelho m&oacute;vel. ] provaram empobrecer a experi&ecirc;ncia para os usu&aacute;rios em rela&ccedil;&atilde;o a algumas p&aacute;ginas, cujo conte&uacute;do &eacute; j&aacute; acess&iacute;vel.</p>

<p>Isto pode ser problem&aacute;tico em dispositivos m&oacute;veis em que as telas s&atilde;o quase sempre menores”, em adapta&ccedil;&atilde;o livre do texto original em ingl&ecirc;s. Banners que fazem uso quantidade razo&aacute;vel (entenda-se insuficiente) de espa&ccedil;o na tela e podem ser fechados facilmente (como ao clicar/tocar fora do pop-up). O Google exemplifica: os banners de instala&ccedil;&atilde;o de aplicativos do Apple Safari e do Google Chrome s&atilde;o exemplos da “quantidade razo&aacute;vel” de espa&ccedil;o pela tela. E nesse grupo de usu&aacute;rios em procura de mobilidade, 55% n&atilde;o usa o Google uma vez sequer para procurar tema, enquanto s&oacute; 7% dos usu&aacute;rios de computador passam um dia sem acessar o superior site de busca do mundo. Mais alarmante ainda: a maioria das buscas s&atilde;o termos como “Facebook” e “Gmail”, pela acess&iacute;vel pregui&ccedil;a dos usu&aacute;rios em publicar os websites que mais acessam ao longo do dia.</p>

<p>Nos dispositivos m&oacute;veis, com os aplicativos de ambos os servi&ccedil;os acess&iacute;veis a um toque, pra que acessar o Google? Estes dados foram observados pelo colunista de tecnologia Charles Arthur, do jornal brit&acirc;nico The Guardian, que participou de uma palestra da gigante na California. Arthur desse modo concluiu que os dias do site de buscas (e da Internet!!!) est&atilde;o contados, no m&iacute;nimo da forma que conhecemos.</p>

<p>&Eacute; dessa maneira que o Google est&aacute; trabalhando firme e robusto pra que preservar a Internet consider&aacute;vel, vantajoso e onipresente na exist&ecirc;ncia de todos, seja no smartphone, no tablet, no pc ou em qualquer outro lugar. A iniciativa tem lastro. &Eacute; desta forma que o conceito de Experi&ecirc;ncia do Usu&aacute;rio &eacute; cada vez mais valorizado e estrat&eacute;gico pra projetos de design vencedores, principalmente pra blogs.</p>
<ul>

<li>Val&eacute;ria Coelho, Hardecor</li>

<li>Continue-se no controle da situa&ccedil;&atilde;o</li>

<li>11 - Chart Tool</li>

<li>Flowers -Dona (seu nome)</li>

<li>26 Uma medalha</li>

<li>1 Cookie ID</li>

<li>Cap&iacute;tulo 375</li>

</ul>

<p>A frase vem do ingl&ecirc;s “User eXperience”, mais conhecida pela sigla UX, e &eacute; g&ecirc;mea siamesa da UI (User Interface), que remete &agrave; estrutura planejada para dar uma boa experi&ecirc;ncia de uso. UI &eacute; o lado mais t&eacute;cnico, voltado a lan&ccedil;ar toda a estrutura de um item. Tendo como exemplo, um website tem que crer a import&acirc;ncia, velocidade, responsividade, simples acesso &agrave;s principais e mais procuradas infos, facilidade de navega&ccedil;&atilde;o, tamanho dos textos, entre algumas vari&aacute;veis.</p>

<p>A tarefa da UX &eacute; anexar todas estas melhorias em um website que seja atraente, desperte satisfa&ccedil;&atilde;o no exerc&iacute;cio. &Eacute; a &eacute;poca art&iacute;stica do processo regressado &agrave; Experi&ecirc;ncia do Usu&aacute;rio. &Eacute; como o projeto de um carro, que primeiro se foca em toda a engenharia para que ele ofere&ccedil;a dirigibilidade, confiabilidade e pot&ecirc;ncia, pra depois trabalharem o entusiasmo ao conduzi-lo.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License